Artigo de Actualidade – #9. Benfica vence e mantém sonho da Champions. Braga perde contra o Cluj


  2-1. Assim ficou o resultado do jogo entre o benfica e o Celtic, jogo esse disputado esta Terça-Feira, no Estádio da Luz. Talvez este tenha sido o jogo mais decisivo até agora nesta época para o clube lisboeta. Foi, de certo, uma vitória preponderante para a carreira do Benfica na Liga dos Campeões 2012/13. O jogo diante do Celtic era o jogo onde o clube de Jorge Jesus se via quase que obrigado a vencer, para continuar a caminha na Liga dos maiores clubes europeus. Neste jogo, o Benfica alinhou 4x1x3x2, com Cardozo e Lima no ataque e o tão esperado regresso de Luisão para a dupla com Garay no eixo da defesa. Por sua vez, o Celtic alinhou com o já tradicional 4x4x2, com a referência grega Samaras na frente com Hooper. O Benfica vinha de 5 jogos sem sofrer nenhum golo. entrou bem na partida, mostrando bem o seu caudal ofensivo, nos primeiros 30 minutos de jogo. O primeiro golo surgiu cedo, para o Benfica: aos 7 mins. o holandês Ola John ‘fuzilou’ a baliza de Forster! Mesmo assim, só deu Benfica, após o golo, até que Cardozo poderia ter ampliado a vantagem, rematando ao lado. Mas, tal como diz o ditado, quem não marca sofre. Foi o caso: Samaras de cabeça e aos 32 minutos, marcou na sequência dum canto. Acabaria assim, empatada, a 1ª parte do jogo. A 2ª parte, que se pareceu uma cópia da 1ª, com mais caudal ofensivo do Benfica, fartando-se de pressionar o Celtic, que ia defendendo como podia. Por mais que tentasse e por mais que farejasse o golo, ele tendia em não aparecer, para desespero dos benfiquistas. A enorme pressão da equipa de JJ aos poucos ia dando resultados, até que finalmente, aos 71 minutos surgiu o golo, desta vez finalizado por Garay. Alegria e gáudio de todas as pessoas que assistiam ao jogo na Luz, e até para Jorge Jesus. Após isto tudo e após a vitória, o Benfica depende de si próprio e unicamente  para chegar aos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, mas tendo já um lugar na Liga Europa garantido.

Por sua vez, o Sporting de Braga perdeu na Roménia por 3-1, contra o Cluj. Para infortúnio dos bracarenses, os 3 golos do Cluj foram marcados por um Português: Rui Pedro, jogador este que jogou ao serviço de: Leixões, Gil Vicente, Portimonense, Estrela da Amadora e pelo FC Porto. Afinal, o ‘Conde Drácula’ existe e é Português. Este jogador tornou-se o mais rápido da história da Liga dos Campeões a marcar um ‘hat-trick’, com golos aos 7, 15 e 33 minutos. Pior que isto, o Galatasaray ganhou ao Man. United por 1-0, o que deixa o Braga fora das competições europeias. O golo do Braga foi marcado por Alan, ao 17 minutos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: