Crónicas do Euro’12 – #2. Portugal passa aos Quartos-de-Final do Euro’12


 Grupo B. Foi neste grupo em que Portugal se enquadrou no sorteio para os jogos deo Euro’12. Era apelidado de “Grupo da Morte” do Euro. As equipas pertencentes do grupo eram: Alemanha, Dinamarca, Holanda e Portugal. A equipa comandada por Paulo Bento era, até então, capaz de atingir e de ser considerada nos dois extremos possiveis: era a pior Selecção do grupo devido ao facto de se ter qualificado apenas nos Play-Offs de Apuramento e por ser a unica que ainda não tinha ganho um titulo Europeu. Era considerada também a favorita, porque nela milita para muitos o melhor jogador mundial, Cristiano Ronaldo, neste momento. Muito antes do dito cujo Play-Off, muitos eram os ‘Tugas’ que fortemente criticavam o actual estado da Selecção. Para contrariar o facto, a Selecção apurou-se com goleada e consequentemente, apurou-se para o Euro’12. Todos ficaram do lado da Selecção. Seguiu-se o sorteio dos grupos e jogos da competição. Novamente um grande conjunto apareceu (milhões até) conseguiu criticar a Selecção. Duvidaram e falaram das possibilidades de podermos passar a fase de grupos, tudo como se tratasse duma trovoada e uma tempestade! Poucas pessoas se convenciam ou até acreditariam na passagem da Fase de Grupos. Outros tantos (uma infima parte) dizem e afirmam que se sagrará campeã Europeia de futebol este ano (faço parte deste restrito grupo, sempre acreditei e acreditarei até ao final do Euro). Após um 1º jogo muito renhido e bem disputado, contra a Alemanha, Portugal lá perdeu por 1-0. Muito azar (ou falta de sorte) em torno deste jogo e da equipa. Foi um jogo onde poderiamos ter ganho por vários golos. O 2º jogo, contra os ‘Vikings’, a Dinamarca, era o jogo da Selecção. Tinhamos obrigatoriamente de ganhar. Antes desse jogo houve “trovoada”, tal era a quantidade de pessoas a questionar a continuidade no Euro’12. Vitória boa, mas que acabou por ser suada por 3-2. A ganhar, acabámos por empatar, onde o suplente Varela entrou para matar! Holanda era a seguinte. Aproximava-se o derradeiro jogo, inde gentilmente ganharíamos (outra vez!) à “Laranja Mecânica”. Os holandeses começavam a ganhar e a festejar como se tivessem ganho o jogo. Mal esperariam pela demora. Ronaldo um dia disse: “QUando os golos sairem, saem como ketchup!”. Mas desta vez pareciam os pacotinhos de ketchup do McDonald’s, os pequeninos. Mas era o que bastava: 2 golinhos. Os dois com conta, peso e medida! Era o suficiente para passar aos Quartos-de-Final… O próximo jogo de Portugal é contra a Rep. Checa, uma das sensações do Euro’12. Vai ser uma jogo totalmente táctico, dos dois lados. Portugal é claramente favorito, mas a outra equipa irá dar o tudo por tudo. Só me resta desejar boa sorte à nossa Selecção e que ganhem. FORÇA PORTUGAL, ATÉ À FINAL!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: